20 de novembro de 2008

Comprou 4 GB de RAM e o PC só enxerga 3 GB? Descubra o motivo.

Você resolve comprar computador novo, talvez atualizar o atual, tudo para poder rodar os jogos mais recentes e finalmente usar o Windows Vista sem reclamar tanto da lentidão. Super-máquina, 4 GB de memória RAM e processador de dois ou quatro núcleos. Hora de ligar o PC e... frustração. Os 4 GB de RAM se transformaram em 3 GB.

Todos os dias, usuários desavisados acham que fizeram um péssimo negócio ao adicionar mais memória RAM. Quando perguntam ao vendedor ou ligam para a assistência técnica, a resposta mais comum é: "não se preocupe, é normal, trata-se de uma limitação do sistema operacional, os 4 GB estão instalados corretamente".

Verdade ou mentira?

Verdade, em partes. A limitação existe e os 4 GB estão instalados corretamente. Só que o problema não é do sistema operacional e pode ser facilmente revertido. Para isso, será preciso trabalhar com Windows (ou Linux, ou qualquer outro sistema) de 64 bits, onde os 4 GB de memória são reconhecidos e "mapeados" corretamente.

Por que isso ocorre?

Praticamente todos os computadores domésticos ainda rodam em plataforma 32 bits. Por uma limitação técnica da arquitetura de hardware, o limite máximo é de 4 GB de RAM, mas o Windows não consegue "enxergar" tudo. A depender do modelo da sua placa-mãe e outros periféricos instalados, você consegue ver entre 2,75 GB a 3,5 GB.

Para onde foi o restante da memória? Continua lá e, em certas situações, poderá ser utilizada quando necessário em softwares específicos. Mesmo assim, o gerenciamento do Windows acima de 3 GB continuará sendo um remendo, quase um improviso.

Na prática, a partir de 4 GB, você perde performance (e dinheiro) ao usar um sistema operacional 32 bits. Mesmo que a BIOS mostre 4 GB instalados fisicamente, via software sempre haverá uma porção subutilizada. A partir do ServicePack 1 (SP1) do Vista, o Windows consegue mostrar (nas Propriedades do Computador) que você tem 4 GB, mas no gerenciador de tarefas (taskmgr.exe) você pode notar que apenas 3.x GB estão reservados para o sistema.

Resta saber se vale a pena, ou não, instalar uma versão 64-bit do Windows e recuperar a memória perdida para as limitações de hardware.





diHITT - Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário